Atenção ao Orçamento

Para Onde Vai Seu Dinheiro?

Uma sensação frustrante e bastante comum é observar o extrato bancário e notar que, rapidamente, o salário depositado parece desaparecer

 

Saber para onde vai o seu dinheiro é essencial para quem deseja economizar e  colocar a casa em ordem. Em geral, as pessoas bem-sucedidas financeiramente são aquelas que têm um controle de suas contas e sabem para onde vai boa parte do dinheiro gasto.

Faça do Orçamento um  Aliado

A melhor forma de evitar problemas financeiros é a prevenção. É nesta hora que fica clara a importância de montar um orçamento e fazer o acompanhamento de sua situação financeira. Quanto antes você entender sua realidade financeira, mais fácil será identificar o caminho que mais lhe faça sentido. Sempre leve em consideração que o que você faz hoje terá consequências no futuro, de forma que uma aposentadoria tranquila começa com um bom planejamento prévio. Quanto antes você começar, menor será o esforço necessário.

Elabore sua Planilha de Orçamento

Montar uma planilha de orçamento é um passo importante no rumo certo de um planejamento financeiro eficiente. E nessa hora, vale a pena preparar uma ferramenta que que reflita seu padrões de renda e de consumo. Afinal, a planilha tem que refletir o seu orçamento, e não um modelo padrão que não atenda às suas necessidades. Lembre-se, dificilmente duas pessoas ou famílias terão orçamentos iguais. Use sua criatividade e adapte a ferramenta às suas necessidades

Comece pelas Receitas

Ao contrário do que muitos pensam os dados referentes à receita são o ponto de partida para se iniciar uma planilha de orçamento. Na hora de preparar a parte referente às receitas, é importante segregar  as diversas categorias. Você pode começar pelas receitas do trabalho, com salários, décimo terceiro, horas extras, comissões, férias e bonificações.

A seguir você pode considerar as receitas com investimentos, que incluem juros e recibos, ganhos de capital e dividendos. Caso seja relevante, crie também uma categoria para rendimentos de aposentadoria.

Outras categorias que podem ser incluídas são:  devolução de impostos, devolução de pagamentos, ganhos com loterias, pensões recebidas e prêmios de seguros.

Hora de Listas as Despesas

Depois das receitas, chega a hora das despesas. Para facilitar a visualização, você pode ordenar as diversas categorias de despesas por ordem alfabética. As cinco primeiras são: alimentação, aluguel, animal de estimação, automóvel (combustível, manutenção de equipamentos, seguros e outros) e contas a pagar (água e esgoto, condomínio, eletricidade, gás, internet, telefone fixo, telefone celular e outros)

A seguir você pode criar categorias para despesas com bens de consumo (eletrodomésticos, informática, telefone, etc…), despesas com filhos (babá, educação, roupas, saúde e outros) despesas domésticas ( funcionários, itens de decoração, lavanderia, manutenção, reformas e seguro residencial) despesas financeiras, (juros, anuidade do cartão) despesas pessoais, impostos e diversos.

Para completar, utilize categorias como lazer, presentes, retiradas para pequenas despesas, roupas, pensões a pagar, saúde e tarifas bancárias.

Atenção aos Gastos Extras

Na hora de montar o orçamento, um erro comum das pessoas é esquecer ou dar um peso pequeno para despesas extraordinárias. Afinal por não serem previsíveis, torna-se complicado traçar uma perspectiva de quanto será gasto com isso no futuro.

No entanto, apesar desta dificuldade, todo mundo deve estar pronto para enfrentar as despesas não planejadas. Elas podem ser de várias formas, desde um tratamento dentário inesperado até uma despesa com mecânico após enfrentar uma estrada esburacada.

Entenda o Padrão de Gastos

Com o resultado de nosso amadurecimento, é natural que o nosso padrão de gastos se altere com a idade. O que pode ser uma prioridade aos 20 anos fatalmente se transforma com o passar dos anos.

Constatado por muitos profissionais de finanças pessoais, este modo diferentes de gastar, torna necessário entendermos o nosso padrão de receitas e despesas ao longo de toda a vida, monitorando-o e adaptando-o a nossa realidade e às novas prioridades com o passar do tempo.

Seja Realista e Reduza os Gastos Supérfluos

Ter conhecimento de quanto ganha e de quanto gasta pode abrir novas perspectivas e permitir que você use melhor a cabeça com o objetivo de atingir seus sonhos de forma mais rápida e tranquila.

Quanto antes você entender suas realidade financeira, mais fácil serpa identificar o caminho que mais lhe faça sentido. Sempre leve em consideração que sua atitude hoje terá consequência no futuro, de forma que uma aposentadoria tranquila começa com um bom planejamento.

Olhando sua planilha com bastante atenção, perceberá que existem algumas despesas que poderiam ser facilmente cortadas, sem muito esforço.Pois bem, comece sua economia por elas. Em breve sentirá o resultado.

Muita Disciplina no seu Orçamento

Muitas pessoas comparam o planejamento financeiro a uma dieta. Você sabe por quê? Assim como na dieta, pensar em organizar seu orçamento, rever gastos e hábitos de consumo exigem esforço extra, uma verdadeira mudança de comportamentos em alguns casos.

Por isso, a programação deve ser gradual mas definitiva. Caso contrário, será como as dietas mágicas que nos fazem dez quilos em um mês, para recuperarmos tudo (ou em dobro) no próximo.

 

Tenha disciplina e arrase em sua organização financeira!

 

 

Anúncios

DICAS PARA CUIDAR DE SUA VIDA FINANCEIRA

 

download

 

PARA COMEÇAR, DEFINA SUAS METAS

 

Todos nós temos metas e objetivos em nossas vidas. Porém, nem sempre pensamos na
melhor forma de alcançá-los. Com o passar do tempo, eles podem se tornar cada vez mais
distantes, justamente pela falta de planejamento.

 

  1. ESTABELECER METAS – É O PRIMEIRO PASSO

Conhecer o seu objetivo e planejar como atingi-lo é fundamental. Quando você pretende ir a algum lugar sem saber o caminho, o mais fácil é analisar um mapa e traçar um plano de como chegar. Na hora do seu planejamento financeiro, algo semelhante deve acontecer. Traçar metas lhe facilita atingir seus objetivos financeiros, da mesma forma que analisar um mapa, traçando uma rota adequada, permite que você chegue mais rápido e com segurança ao seu destino final.

2. NA HORA DE PLANEJAR MANTENHA O FOCO

Ser objetivo e ter um foco claro, são atitudes que ajudam na hora de tomar qualquer decisão. Seja no ambiente familiar, escolar, profissional ou social, saber como priorizar e como manter o “olho na bola” pode fazer diferença. Isso se aplica também na hora de estabelecer metas para o seu planejamento financeiro.

Para que sua meta não se perca em meio a tantas outras é importante ir direto ao ponto: procure identificar parâmetros específicos  que tornem mais palpável sua meta. Não adianta buscar algo que nem mesmo você consegue definir.

3. SUA META PRECISA SER RELEVANTE

Entender as prioridades e o que é mais relevante é fundamental na hora de definirmos nossas metas financeiras.

Se cada individuo tem uma personalidade e conjunto de valores pessoais diferentes, é natural que cada um dê pesos diferentes a diversos objetivos. Para uma pessoa, sua meta mais importante pode ser a de ter uma casa própria. enquanto que, para outra, pode ser muito mais importante juntar recursos para pagar a faculdade dos filhos por exemplo.

Antes de determinar seus objetivos financeiros, você precisa ter certeza de que eles são adequados ás suas necessidades, porém lembrando que devem ser relevantes para que você consiga atingir suas metas a longo prazo.

4. SUA META DEVE SER MENSURÁVEL

Quando falamos em algo mensurável, os números entram em cena. É preciso qualificar nossas metas financeiras, estabelecendo valores.

Vamos supor que sua meta seja comprar uma casa própria. Você identificou que levando em conta suas necessidades, sua situação financeira atual e suas projeções de receitas e despesas, ela custa em torno de R$ 300.000,00.

Pode parecer simples, mas agora você já tem uma meta que pode ser mensurada. Você pode efetivamente qualificar o esforço que será necessário para atingir seu objetivo, o que torna o processo muito mais claro.

5. DEFINA METAS ATINGÍVEIS

Na hora de terminar suas metas financeiras, você deve ter um cuidado especial em buscar algo que possa ser alcançado. De pouco adiante fazer todo um planejamento em metas que dificilmente podem ser atingidas. Aliás, este é um dos principais fatores que leva as pessoas a desistirem do planejamento financeiro.

Lembre-se: é melhor tentar um objetivo, que esteja ao seu alcance. Seja realista na hora de determinar suas metas é importante dar um passo de cada vez, evitando chegar a uma situação onde sua motivação para atingir o seu objetivo pode desaparecer.

6. ESTABELEÇA UM PRAZO

Ao estabelecer qualquer meta, você não pode esquecer do calendário: é importante fixar também quando você pretende cumprir este objetivo,. Muitos dos fatos que ocorrem na nossa vida têm um impacto muito diferente, dependendo de quando ocorrem. Com o planejamento financeiro é a mesma coisa.

Uma das etapas mais importantes dom planejamento financeiro é determinar metas que nos permitam atingir nossos sonhos. Mas estas metas têm uma espécie de “data de validade”. Muitas vezes atingi-las em um prazo curto, permitirá que você alcance seu objetivo. Por outro lado, se você demorar muito para atingir cada etapa, pode não conseguir alcançar seu objetivo final.

7. TENHA UM PLANO DE AÇÃO E CONTROLE SEUS RESULTADOS

Fazer um plano de ação para o futuro, é fundamental. Não adianta controlar apenas o que você ganha e gasta no presente, você tem que planejar o que pretende fazer de seu futuro.

Somente o fato de controlar este planejamento no papel irá deixar o cenário mais claro para você. Quando temos que detalhar qualquer coisa por escrito, desde a lista do supermercado até o nosso planejamento financeiro, temos que praticar um exercício mental para definir se estamos fazendo a coisa certa.

Mais do que isso, criar um planejamento mais formal seja em uma planilha eletrônica ou mesmo no papel, poderá permitir que você seja obrigado a rever alguns conceitos e analisar os resultados

8. NÃO DESANIME COM OS OBSTÁCULOS

Quando começar a definir suas metas, esteja preparado para eventuais barreiras que possam dificultar o seu caminho.

É muito importante saber como adiar os planos e entender que, muitas vezes, isso se faz parte do jogo: Trata-se de uma importante lição que você aprende quando toma conta de suas finanças.  Não são poucas as pessoas de sucesso que já passara por sérias dificuldades financeiras e conseguiram reconstruir seu patrimônio, nada de desanimar.

9.  AO PLANEJAR RESPEITO SEU PERFIL

Na hora de executar o seu planejamento financeiro, lembre-se de respeitar sua individualidade. A definição de metas e objetivos depende muito do perfil de cada um.

Muitas pessoas se arrependem de ter dedicado os melhores anos de sua vida á tarefa de acumular dinheiro, chegando á conclusão que muitas vezes, faltou tempo ou interesse em transformar esses recursos acumulados em algo que efetivamente trouxesse felicidade para si ou para sua família.

O segredo é atingir um equilíbrio: conseguir alcançar nossas metas financeiras sem desarrumar outras partes de nossa vida pessoal. Dinheiro é importante e pode fazer a vida ser mais fácil, mais não necessariamente garante felicidade.

10. PLANEJAMENTO DEVE SER DINÂMICO SEGUINDO AS ETAPAS DA VIDA

Nosso padrão de despesas e receitas muda ao longo do tempo. Seja por mudanças em nossos gostos, em nossa renda como consequência de alterações nos produtos e serviços disponíveis no mercado ou por outros fatores, nosso fluxos financeiros mudam, geralmente de forma gradual.

Como isso acontece, nosso planejamento financeiro deve levar em consideração estas alterações. Portanto, um processo de revisão constante do planejamento e de nossas metas é recomendado. Afinal, não adianta fixar metas para o futuro baseadas em padrões que ocorriam no passado. e que não acontecem mais.

 

 

Crise ou Oportunidade ?

 

Crise ou Oportunidade

Você está vivenciando uma crise?
O mundo está vivendo uma crise?
Sua empresa também está em crise?
Você adiou os seus sonhos para mais tarde por causa da crise?

Caso você tenha respondido, afirmativamente, a pelo menos uma das perguntas acima, creia que você pode encontrar algo interessante para você, nesta postagem.

A língua japonesa é escrita por ideogramas. Ideogramas são símbolos, que diferentemente das nossas palavras, representam e transmitem uma idéia. Pois bem, o ideograma de crise, em japonês, é o mesmo ideograma da palavra oportunidade.

Cabe tão somente a você interpretar como você vai enxergar o que acontece. O que está acontecendo é uma crise ou oportunidade?

A crise que tanto falaram, e que amedrontou muita gente, um tigre feroz que a tudo viria atacar, mostra-se um gatinho, talvez uma pequena jaguatirica. Pelo menos para o nosso país, que numa rara passagem histórica, encontra-se melhor preparado que os ditos países desenvolvidos.

Esta condição particular do Brasil serve para nos mostrar que, quem viu uma oportunidade, saiu na frente, pois não deixou de investir, aquietou-se e está mais forte agora, do que no começo da “pretensa” crise.

Esta crise, se você olhar de forma positiva, significará uma mudança, e as mudanças também podem ser vistas como ameaças, ou como oportunidades. O jeito e a forma como você reage a ela, é que molda o futuro, principalmente o seu futuro, e o da sua empresa.

O futuro é algo que você constrói, segundo a segundo, hora a hora, pelas sucessivas escolhas que você faz na vida. A história da sua vida e a história da vida de sua empresa nada mais é do que a soma daquilo que você escolheu ao longo do tempo, no seu passado.

E você escolhe polarizado pelo que você sente e enxerga como realidade. Crise ou oportunidade?

Pessoas diferentes enxergam coisas diferentes, o que fazem com que obtenham resultados diferentes.

Prudência e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

Já o medo imobiliza.

O limite entre medo e prudência? Talvez somente a história possa contar quem esteve de um lado ou outro.

De que lado você prefere estar, quando o futuro chegar?

Mas que tal enxergar, e usar todos os recursos que você tem para tentar aproveitar-se do medo que os outros têm, para alavancar oportunidades, enquanto a maioria se retrai?

Pensar diferente. Sair do quadrado. Encontrar outras opções de caminhos.

Releia a frase de Maquiavel, com que iniciamos este Boletim.

Ninguém faz uma revolução nos negócios, pensando de maneira normal e tradicional.

Lembre-se de que só há 3 estratégias possíveis:

– a revolucionária,

– a evolucionária, e

– a eu também (“me too”)

conforme pode ser visto só há três extratégias

Lembre-se de que se você faz o que sempre fez, acaba obtendo sempre os mesmo resultados. E você, você reclama do quê?

Enquanto a maioria se retrai, o que você deve fazer aproveitar e ocupar o lugar que os medrosos deixam para trás.

Na crise, quais as reais oportunidades que acontecem no seu mercado?

Crise e oportunidade são os dois lados da mesma moeda.

Há uma lenda indígena que diz que o feiticeiro estava ensinado a uma criança, que cada um temos dentro de nós, um lobo e um cordeiro. E que somente um triunfará, ou o lobo ou o cordeiro.

O garoto pergunta, então, ao feiticeiro:

– “Mas quem vence?”

A resposta é:

– “Aquele que você alimenta!”

Com a crise e a oportunidade ocorre algo muito semelhante.

Quem enxerga crise, se retrai, e a profecia se cumpre.

Quem enxerga oportunidade, avança e a profecia se cumpre.

A grande diferença está nos resultados de cada um desses lados da profecia, que igualmente se cumpre:

– quem enxerga crise, obtém crise:

– quem enxerga oportunidades, colhe oportunidades.

Não é outra coisa que diz Antonio Machado, poeta espanhol:

“Caminhante, não há caminho,
o caminho faz-se ao caminhar.”

Para nós, crise é igual a oportunidade. E você enxerga a moeda do lado que você escolhe, ou “alimenta”.

Você e sua empresa enxergam crises ou oportunidades?

Essa mudança de foco nem sempre é fácil, mas se fosse fácil seria coisa para todos. E só você é igual a você. Aproveite!

 

Fonte:  Merkatus

Dicas de Empreendedorismo para ajudar a você chegar lá

Todo grande empreendedor tem pequenos truques que utiliza no dia-a-dia e que contribuem para o seu sucesso.ão civil do Brasil, ele me disse que sempre negociava com os fornecedores no horário do almoço. Mas antes comia um lanche. Uma ou duas horas depois do início da reunião, o fornecedor estava verde de fome – e, por isso, mais flexível. Talvez, se você utilizar essa estratégia, consiga economizar centenas ou milhares de reais. Separei aqui outras dicas simples para aplicar na sua empresa.

Tenha três grandes objetivos

Um dos maiores problemas dos donos de negócios é investir seu precioso tempo em questões que não são prioritárias. “Algo que você não pode se permitir é perder o foco. Empreendedores costumam ter uma espécie de distúrbio de déficit de atenção”, diz Marc Benioff, co-fundador da Salesforce.com. Nesta linha, Michael Lazerow, da Buddy Media, pergunta: “Quais são os três coisas que precisam acontecer nos próximos 6 ou 10 meses para aumentar as chances de sua empresa atingir o sucesso no longo prazo?”. Se você não sabe responder essa questão, nenhuma dica deste texto vai ajudá-lo a atingir seus objetivos.

 

Faça reuniões operacionais de pé

Michael Bloomberg não é apenas o prefeito de Nova York: ele fundou a Bloomberg News, uma das maiores provedoras de informações financeiras do mundo, que faturou US$ 8 bilhões em 2012. Em uma reunião, ele ficou particularmente irritado com os funcionários que liam os relatórios dos seus respectivos departamentos. Na semana seguinte, todas as cadeiras da sala foram retiradas. “É incrível o quanto uma reunião em pé é mais rápida e mais focada”, disse Bloomberg.

 

Realize reuniões pessoais enquanto caminha

Steve Jobs, co-fundador da Apple, fazia todas suas reuniões importantes durante longas caminhadas. Mark Zuckerberg, do Facebook, e Jack Dorsey, do Twitter, também adotam a prática. Essa iniciativa aumenta o sigilo das conversas, além de aumentar o nível de oxigênio no organismo, melhorando a memória e conectividade entre os circuitos cerebrais. Também incentiva o uso dos dois lados do cérebro, unindo capacidade analítica e criatividade. Por fim, caminhar em um dia agradável melhora o humor e o condicionamento físico. Com tantas vantagens assim, os resultados só tendem a melhorar. “O que mais gosto de fazer para relaxar é caminhar. Se estou com algum amigo, sempre temos nossas melhores conversas enquanto caminhamos”, diz Dorsey.

 

 

Carregue um bloco de notas

É algo simples e até pré-histórico (na era da internet móvel), mas muitos empreendedores ainda utilizam blocos de notas. “Quando anoto alguma coisa que me disseram, vou em frente e trabalho na sua implementação no dia seguinte”, diz Richard Branson, empreendedor da Virgin Group.

 

Viva experiências malucas (de vez em quando)

 

Você não conseguirá inovar com velhas ideias. Assim, inclua experiências malucas na sua agenda, mesmo que não tenham nenhuma relação com o seu negócio. 

Por fim, o conselho mais importante: copie e implemente as dicas que funcionam para o seu negócio, mas crie também suas próprias sugestões sobre como empreender mais e melhor.

Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios

 

Educação financeira familiar: veja como organizar o orçamento

A educação financeira familiar pode trazer diversos benefícios ao seu orçamento. Veja aqui como fazer na sua casa!

Quando pensamos no orçamento familiar, é difícil deixar de lado alguns gastos da família. Afinal, todos consomem, mas nem todos têm renda. E, muitas vezes, são justamente as pessoas que não têm renda as que apresentam mais gastos — despesas escolares, de saúde, lazer, dentre outras. Assim, fica cada vez mais importante pensar na educação financeira familiar como uma atividade para todos, que deve envolver pais, filhos, e, enfim, todos que moram na mesma casa. Quer uma ajuda nessa tarefa? Pois confira nossas dicas sobre como organizar o orçamento familiar:

 

Defina seus gastos e rendas

Um dos maiores erros de quem está começando a organizar um orçamento familiar é se esquecer de colocar todas as despesas e rendas na ponta do lápis. Se precisar, vale utilizar aplicativos para facilitar essa tarefa. Todos os gastos devem ser considerados: desde os mais significativos, como aluguel, prestações do carro, impostos, etc.; até os mais básicos, como gastos cotidianos com alimentação e lazer.

 

Unidos-venceremos-as-dívidas

 

Divida as despesas entre quem tem renda

Agora que você já sabe exatamente quanto sua família ganha por mês e quanto gasta, está na hora de dividir as despesas. Você, seu companheiro ou companheira, seus filhos que já trabalham e todos que moram com você e têm renda devem entrar em um acordo sobre quais despesas serão divididas e quais serão individuais. Isso ajuda a família a manter seus compromissos financeiros e a não fugir do orçamento quando aparecerem eventuais tentações — como lançamento de carro, promoções no shopping, dentre outras.

 

 

Estabeleça metas de economia para cada mês

Saber economizar é imprescindível para manter um orçamento familiar saudável que tenha uma folga para emergências e imprevistos. Por isso, a partir do momento que suas despesas forem menores do que a renda, está na hora de aplicar o dinheiro que sobra. O ideal é guardar pelo menos 15% de seu orçamento mensal por meio de investimentos mais rentáveis, como fundos de investimento, títulos do tesouro e outras aplicações com maior rendimento. Fuja da poupança e de títulos de capitalização, que mal conseguem compensar a taxa de inflação!

 

 

Faça seguros

Por falar em emergências, uma medida fundamental é fazer seguros para sua família e seu patrimônio mais significativo. Assim, seguro-saúde, seguro de vida, seguro para o automóvel e seguro para a casa podem até parecer mais uma despesa a pagar no final do mês, mas, na verdade, representam uma precaução contra gastos muito maiores. No caso de emergências, como roubo, incêndio ou doenças graves, é o seguro que vai dar o suporte financeiro e a tranquilidade que sua família precisa.

 

Economize dinheiro para as férias

É normal que as famílias saiam de férias pelo menos uma vez por ano. Para que esses gastos não sejam fonte de dor de cabeça e causa de um orçamento no vermelho, planeje com antecedência as férias da família. Faça reservas antecipadas, economize dinheiro para os gastos da viagem — como alimentação, passeio e compras — e curta as férias com mais tranquilidade.

 

 

 

Planeje suas compras

Não é apenas no Natal que você precisa planejar as compras de sua família. Gastos cotidianos, como alimentação e materiais de limpeza, também podem ser planejados com antecedência. Por exemplo, se você comprar quantidades maiores, pode ganhar mais descontos e economizar. O mesmo ocorre quando você aproveita promoções no supermercado e no shopping.

 

 

 

Envolva seus filhos no orçamento familiar

Seus filhos podem até não trazer dinheiro para o orçamento da casa, mas com certeza devem ser envolvidos na educação financeira familiar. Afinal, muitos dos gastos da casa são decorrentes deles! Assim, procure envolve-los na elaboração do orçamento, propondo formas de economizar, ensinando-os a escolher prioridades de compra e a administrar sua própria mesada.

 

O que achou dessas dicas? Acha que a educação financeira familiar pode te ajudar a se manter no orçamento?

Conheça nossa palestra sobre dicas de educação financeira familiar acessando: https://www.facebook.com/NossaVidaFinanceira

Evento ocorrerá em 31-08 as 19:30.

 

Confirme sua presença através de nosso fale conosco: https://nossavidafinanceira.wordpress.com/category/fale-conosco/

 

 

 

Desemprego na Grande São Paulo sobe para 13,2% em Junho

Segundo Dieese, desocupação avança pelo quinto mês seguido e é puxada principalmente pelo fechamento de vagas no setor de serviços

Desemprego

 

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo subiu para 13,2% em junho ante 12,9% em maio, informou o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta quarta-feira. Segundo a entidade, foi o quinto mês consecutivo de alta, um comportamento “não usual” para o período, no qual costuma ocorrer “estabilidade ou redução” do desemprego. A taxa de junho também ficou acima da verificada em igual mês de 2014, quando alcançou 11,3%.

No mês passado, o total de desempregados foi estimado em 1,4 milhão de pessoas, 32.000 a mais do que em maio. Esse resultado decorreu da redução do nível de ocupação, estimado em 9,6 milhões de pessoas, com a eliminação de 42.000 postos de trabalho (queda de 0,4% ante maio); e da “relativa estabilidade” da População Economicamente Ativa (PEA), após 10.000 pessoas saírem da força de trabalho na região (recuo de 0,1% na margem).

Sob a ótica setorial, o avanço do desemprego foi influenciado pelos cortes nos setores de serviços (-1,1%, correspondente a eliminação de 63.000 postos de trabalho) e, em menores proporções, na indústria de transformação (-0,5%, ou 7.000 vagas eliminadas) e na construção (-0,4%, ou 3.000 fora da força de trabalho). Essas retrações não compensaram o aumento de 2,5% na quantidade de vagas no setor de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, após a criação de 41.000 postos de trabalho.

fila de pessoas

Através de pressões extremas das forças sindicalistas do município de São Paulo, a Prefeitura vem sofrendo impactos severos no cenário econômico da cidade, porem não foi até o presente momento encontrado alternativas que possibilitem a redução destes indicadores que infelizmente tendem a se agravar nos próximos meses

 

Fonte: Revista Veja – Economia.

Nossa Vida Financeira

Fator 85/95 – A Alteração Da Previdência Social Que Prejudicará O Trabalhador!

Como funciona o Fator 85/95?

Cálculo para fator 85_95

Elaborada em 2009 pela CUT (Central Única dos Trabalhadores), e demais centrais sindicais, a fórmula 85/95 tem por objetivo principal, a diminuição de perdas que atualmente são justificadas pela Previdência Social. Isso, por comprometer em até 30% da renda do contribuinte em seu tempo estimado de aposentadoria.

Trata-se de uma nova regra de cálculos para a validação da liberação do direito à aposentadoria, sendo somado o Tempo de Contribuição com a Idade do Contribuinte, tendo como regra, a soma de 85 pontos para as mulheres e 95 pontos para os homens.

Entenda as duas fórmulas usadas no cálculo da aposentadoria

O cálculo leva em consideração a idade e o tempo de contribuição com a proporção diferente para mulheres e homens. Veja a baixo:

Cálculo para fator 85_95

O ataque à aposentadoria do trabalhador não é uma novidade!

“Desaposentação” com o Fator 85/95

Quando o fator previdenciário foi criado, a média de vida do brasileiro era infinitamente menor que a média atual. Portanto, o governo da época mantinha a Previdência Social como uma chave de arrecadação de votos, uma máquina oculta de manipulação com mentiras e informações sobre as particularidades e detalhes das formas de se aposentar, seja por tempo de trabalho, seja por tempo de idade ou por qualquer que fosse o motivo.

Entretanto, a proposta de uma nova reforma da Previdência teve sua primeira apresentação no congresso nacional em 1999. Nela, por exemplo, alterou-se a nomenclatura de “Tempo de Serviço” para “Tempo de Contribuição” o que significou uma dificuldade a mais para uma parcela significativa dos trabalhadores conseguirem comprovar que estavam aptos a se aposentar. Antes, era necessário comprovar apenas ter trabalhado em determinada empresa, num determinado período. Com esta alteração de nomenclatura, passou a ser necessário comprovar a contribuição. O que acontecia porém, era que muitos patrões sonegavam o recolhimento e não repassavam a parte descontada do trabalhador e nem mesmo sua própria parte, e se a empresa estivesse falida (o que era muito comum) o trabalhador perdia este tempo de contagem e conseqüentemente haveria a morosidade no processo de sua comprovação de contribuição.

Infelizmente o Presidente da República que sucedeu a Fernando Henrique Cardoso, não apenas manteve as alterações impostas no governo anterior, como também realizou uma nova reforma que atingiu severamente aos servidores públicos. Como se não bastasse, no governo atual onde Dilma Roussef assumiu a Presidência, novamente vem à tona, propostas que tentam cada vez mais dificultar ao trabalhador, o beneficio da aposentadoria.  Lembrando que o valor da aposentadoria, continua a miséria que atualmente, está esmagando a maioria dos trabalhadores.

O aumento de tempo de serviço com a nova fórmula Fator 85/95

AposentadoriaCom o Fator 85/95, para se ter direito à aposentadoria integral, a soma da idade e o tempo de contribuição precisa ser atingida em sua totalidade, ou seja, como evidenciamos 85 pontos somados para mulheres e 95 pontos somado para homens.

Vejamos melhor como seria isso em sua implementação:

Os que defendem a “nova proposta”, apresentam-na como uma alternativa para o fator previdenciário, porém, na verdade ela vem com a missão de PIORAR o que já está muito ruim, principalmente para quem começou a trabalhar muito cedo.

Observe o exemplo:

José começou a trabalhar aos 14 anos. Conseguiu completar 35 anos ininterruptos de trabalho e de contribuição à previdência e com isso poderá se aposentar com 49 anos de idade.
Por conta do fator previdenciário, José será induzido a continuar a trabalhar, isso por que haverá uma redução no valor do benefício. Entretanto, neste caso, mesmo com o benefício reduzido o trabalhador tem a opção de se aposentar e continuar trabalhando, recebendo seu salário e sua aposentadoria.
Com a proposta do fator 85/95, NÃO será permitida a aposentadoria enquanto não for alcançado o fator. Com isso, voltando ao exemplo do José, que começou sua vida profissional aos 14 anos, basta fazer um cálculo:

49 anos de idade (Iniciou o trabalho com 14 anos e trabalhou por 35 anos, logo: 14 + 35 = 49)

35 anos de tempo de contribuição

Cálculo: 49 + 35 = 84 pontos

Pontuação insuficiente para o fator 85/95, sendo para homens, 95 pontos.

Como aos 49 anos de idade, ele completa 35 anos de contribuição, não será possível se aposentar, isso por que a soma de idade com o tempo de contribuição não será o suficiente (49+35=84).

Neste caso ele precisará trabalhar mais 6 anos para poder utilizar do beneficio. Assim, como a cada ano se soma 1 ano de idade e 1 ano de contribuição, atingirá 96 pontos.

Cálculo: 49 + 6 + 35 + 6 = 96 pontos

Direito a aposentadoria será comunicado por correspondência
Comunicado de aposentadoria via correio
Progressividade do Fator 85/95

Com esta nova medida para a Previdência Social, não haverá apenas a alteração dos métodos atuais de aferimento e aprovação ao benefício individual dos trabalhadores, mas também a progressão das metas entre idade e tempo de contribuição. Ou seja, se já era burocrático se aposentar agora passa a ser mais difícil ainda.
Em 2017, entra um valor nesse cálculo que aumentará com o passar dos anos, assim ao invés de 85/95, passará a valer o fator 86/96. Por exemplo, as mulheres precisaram somar 86 pontos e os homens 96 pontos. Seguindo essa progressão, em 2022 o fator será 90/100.

Progressão fator 85_95

Questões e Informações Importantes:
  1. A nova fórmula de cálculo já está valendo?

    Sim. Como o governo editou uma Medida Provisória (MP), ela tem validade a partir do momento da publicação, por dois meses, prorrogáveis por mais dois, enquanto aguarda a votação. Mas ainda pode ser modificada no Congresso.

    Além disso, o sistema do INSS ainda não está adaptado ao fator 85/95 progressivo. Quem fez o pedido da aposentadoria pela regra nova, a partir de 18 de junho de 2015 (data da edição da medida) pode não ter o benefício calculado dessa forma, e sim pela regra antiga.
    A diferença será ressarcida quando o sistema estiver plenamente ajustado, mas não há prazo para isso.

  2. Com a nova fórmula, ainda há tempo mínimo de contribuição?

    Sim. É preciso ter contribuído por pelo menos 15 anos para se aposentar por idade (60 anos para mulheres e 65 para homens) e por pelo menos 30 anos para se aposentar por tempo de contribuição.

  3. Se for me aposentar agora, preciso usar a fórmula 85/95?

    Não. A MP em vigor permite que se opte pelo cálculo mais vantajoso, em alguns casos, o fator previdenciário permite uma aposentadoria maior.

  4. Se me aposentei há pouco pelo fator previdenciário e a nova fórmula for mais vantajosa, posso pedir mudança no cálculo?

    Não. Vale a regra do momento da concessão da aposentadoria. Especialistas, no entanto, temem que haja corrida à Justiça de aposentados que se sintam prejudicados.

  5. E se já entrei com o pedido pelo sistema antigo, mas ele ainda não foi deferido? Posso trocar?

    Talvez. Quem agendou a entrada do pedido, pode cancelar e reagendar. Procure uma agência da Previdência para saber em que ponto de tramitação está o seu caso.

  6. O que acontece se o Congresso modificar as regras da Medida Provisória?

    A presidente pode vetar as mudanças, mas o Congresso ainda pode derrubar os vetos.

  7. O que acontecerá com quem fez o pedido nesse período vai depender de como a medida ficar no final?

    Se houver alguma mudança substancial, o Congresso pode editar uma norma regulando a situação de quem fez o pedido no meio-tempo – determinando retroatividade, por exemplo.
    Outra opção é que esses eventuais casos sejam resolvidos administrativamente, sem necessidade de uma norma – o INSS ressarciria automaticamente quem fez o pedido nesse período se houver prejuízo em relação à regra final.

Via Regra – A aposentadoria é um benefício seguro?

Por tudo o que foi apresentado aqui, com certeza a aposentadoria NÃO é um benefício seguro. Temos um fator Previdenciário Social que vem a cada dia procurando manobras e alternativas de burlar a expectativa de vida do brasileiro e diminuir o número de beneficiários.

Trata-se na verdade, de um produto previdenciário completamente instável e que não oferece segurança alguma. Para se ter uma ideia, anos atrás, Garibaldi Alves Filho, Ex-Ministro da Previdência Social, anunciou na Câmara dos Deputados e do Senado Federal, que o INSS estava FALIDO, mas ainda assim, foi ignorado.

Mesmo após fechar 2014 com um rombo superior a R$ 50 bilhões, a Previdência Social não passará por uma grande reformulação nos próximos anos, afirmou dia 02/01, o novo ministro, Carlos Gabas.

Sugerimos a todos que se informem cada vez mais sobre este assunto.

Caso tenha gostado deste material e achou interessante a informação desta postagem, compartilhe com o máximo de pessoas que você conheça, pois é muito importante que as pessoas saibam o que irão enfrentar daqui para frente em sua busca pela aposentadoria.

Divulgue isso a seus familiares e a seus vizinhos, você poderá ser um transmissor de informações cruciais para a vida de cada um deles.

Afinal, nossas futuras gerações dependerão das gerações que deixarmos aqui.
Até a próxima postagem!

Nossa Vida Financeira.

MAESTRIA

Maestria, na história do mundo sempre resistiu a definições, no entanto pode ser reconhecida imediatamente em qualquer lugar do planeta. Pode ser encontrada em muitas variações, no entanto segue certas leis imutáveis.

Ela nos torna mais rápidos, fortes, seguros e felizes, apesar de não ser na verdades, uma meta ou destino, mas sim um processo, uma JORNADA.

Chamamos a esta JORNADA de Maestria, Excelência ou Sucesso e temos a tendência de assumir que ela exige um bilhete, um ticket especial disponível apenas para aqueles nascidos com talentos e habilidades excepcionais.

Mas a Maestria não está reservada apenas àqueles super-talentosos, ou mesmo para aqueles que afortunadamente tiveram um início precoce. Ela está disponível para todos aqueles que desejam entrar e permanecer no caminho – independentemente de idade, sexo, experiência ou crença.

O problema é que temos poucos, se é que, algum mapa para nos orientar na JORNADA, ou até mesmo para nos ajudar a encontrar o caminho.

O mundo moderno pode ser visto como uma prodigiosa conspiração contra a Maestria.

Somos bombardeados constantemente com promessas de ganhos rápidos, imediatos e sucesso instantâneo, expectativas que nos desviam e levam exatamente para a direção errada.

JogoProcure, acima de tudo, por um jogo que valha a pena ser jogado. Este é o conselho do oráculo ao homem moderno.

Uma vez tendo encontrado o jogo certo, jogue-o com intensidade, jogue como se sua vida e sanidade dependessem dele, pois, elas verdadeiramente dependem.

Siga o exemplo dos existencialistas franceses e exponha uma faixa com a palavra”compromisso“. Apesar de nada, significar coisa alguma e todas as estradas sinalizarem “sem saída”, mesmo assim vá adiante como se seus movimentos tivessem algum propósito.

Se a vida não lhe parece oferecer um jogo que valha a pena ser jogado, então inventem um, mas é necessário que fique claro, até para a mais tosca inteligência que qualquer jogo é melhor do que nenhum.

Mas, apesar de ser seguro jogar o Jogo da Maestria, este fato não tem contribuído para tornar o jogo popular. Ainda continua sendo o mais sacrificante e difícil dos jogos e em nossa sociedade há poucos que realmente o jogam.

O homem contemporâneo hipnotizado pelo brilho de seus próprios pertences, tem muito pouco contato com seu mundo interior, um vasto e complexo território sobre o qual o Homem muito pouco sabe.

O objetivo do Jogo é o verdadeiro despertar, o desenvolvimento pleno dos poderes latentes do Homem.

O jogo somente pode ser jogado por pessoas cujas observações sobre si mesmas e outros as levaram a uma certa conclusão, qual seja o estado ordinário de consciência do Homem, seu assim denominado estado desperto, não corresponde a seu mais alto nível de consciência a que é capaz.

Na verdade este estado está tão longe do verdadeiro despertar que poderia ser apropriadamente denominado de uma forma de sonambulismo, uma condição latente.

Uma vez, uma pessoa tendo chegado a esta conclusão, ela não mais se encontra mais capaz de dormir confortavelmente, desenvolve-se nela um novo apetite, uma fome pelo verdadeiro despertar, por uma consciência plena.

Ela se da conta que apenas vê, ouve e sabe uma pequena fração do que ela poderia ver, ouvir e saber; que ela está morando no mais pobre e surrado dos quartos interiores e que ela pode sim adentrar outros cômodos, bonitos e cheios de tesouro, cujas janelas dão vista para a eternidade e o infinito.

O jogador solitário vive hoje em uma cultura que é de certo modo totalmente oposta aos objetivos que o homem estabeleceu para si próprio; que não reconhece a existência do JOGA DA MAESTRIA, e considera jogadores deste jogo como sendo ridículos, esquisitos ou loucos.

O jogador então enfrenta uma grande oposição da cultura em que vive e precisa lutar com forças que objetivam levar seu jogo a parar antes mesmo de ter iniciado. Somente encontrando um professor tornando-se parte do grupo de pupilos que este professor organizou à sua volta,é que o jogador poderá encontrar encorajamento e apoio.

De outro modo ele simplesmente esquecerá seu objetivo, ou se desviará por alguma estrada lateral perdendo-se.

Aqui é suficiente dizer que o JOGO DA MAESTRIA NUNCA pode se tornar fácil de ser jogado. Demanda tudo que um homem possui; todos seus sentimentos, todos seus pensamentos,todos seus recursos físicos e espirituais.

Se ele tentar jogar o JOGO pela metade ou tentar alcançar resultados através de meios ilegais, ele corre o risco de destruir seu próprio potencial.Por esta razão é melhor nem embarcar no JOGO do que jogá-lo pela metade.

Robert S. de Ropp

Rei das Atitudes

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Sabe por que o leão é o rei da selva, mesmo não sendo o maior, ou mais forte?

Porque ele é o rei das atitudes.

Toma ação frente as diversas circunstâncias. É confiante no seu potencial. Ele age com seu instinto, sabendo que os resultados são consequência.

Sonhadores sem atitudes é uma realidade de potenciais fracassados.

Não é necessário que seja o maior, mais forte, e sim o de mais atitude.

Não jogue o jogo para morrer no meio das fases, não dependa de “códigos” (atalhos) para passar as fases rapidamente, apenas se junte com aqueles que já salvaram o game e modele suas estratégias.

O fator de suma importância não é como iniciar, e sim QUANDO.

O entendimento verdadeiro de algo só é realizado quando a experiência é internalizada através das ações.

Não confunda ação com movimento. Movimento, é agir sem direção ou propósitos, somente se mantendo ocupado. Ação, é agir com foco é a fome de um leão em busca de suas prioridades.

Peça Perdão, Não Permissão!

Peça Perdão Não Permissão

Se o que você quer fazer não for devastar todos ao seu redor, tente e depois se justifique. As pessoas – sejam pais, parceiros ou patrões – proíbem que se faça determinadas coisas, com base em uma noção de que eles podem aprender a aceitar o fato depois de consumado.

Se o potencial de dano é moderado ou de alguma forma irreversível, não dê as pessoas a chance de dizer não.

A maior parte das pessoas é rápida o bastante para interrompe-lo antes que você comece, mas é hesitante para entrar em seu caminho se você já estiver em movimento.

Suas Atitudes São Baseadas Em 5 Polos

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

  • Estado Emocional
  • Visão de Mundo
  • Autoconfiança
  • Zona de Conforto

Estado Emocional

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Como você age frente as atividades diárias? É aquela pessoa que não tem convicção de nada, desanimado, inseguro, passivo?

Em todo processo chamado vida, aprenda a ter controle emocional, se ponha em um estado de alegria e confiança em tudo o que for fazer, não seja reativo.

Em vez de fazer afirmações, do tipo: sou feliz, sou confiante, sou um leão,etc. Afirmar não irá colocá-lo no estado em que deseja.

Faça argumentações internas, elas tem o poder de colocar você em sua melhor versão: Eu agora tenho a confiança e a persuasão que necessito, entrarei naquele ambiente e me destacarei naturalmente, tenho a mente e a sabedoria da inteligência infinita e agora me ponho em um estado de extrema confiança.

Em qualquer lugar onde houver mais de uma pessoa, a mais confiante irá liderar a situação. Seja em uma venda, uma paquera, em palestras, ou fechando negócios.

Visão de Mundo

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

“Se os teus olhos forem bons o teu corpo será luz, se os teus olhos forem maus seu corpo será tomado pelas trevas”. Lucas cap. 11 vers.34-36

Sua percepção de vida dita a sua realidade! Você percebe um mundo de crise, miséria, escassez, violência. Advinha como ele será?

Existem também pessoas que só enxergam aonde os outros estão, porém não pesquisam saber qual foi todo processo para se atingir o Sucesso.

O sucesso é questão de sorte, pergunte para qualquer fracassado.

Autoconfiança

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Não peça para os outros confiarem em ti, se nem mesmo você acredita e transparece isso. ( Leia o guia sobre autoconfiança)

Aja como se fosse.

Quer ser confiante? Aja como se fosse!

O processo de autoconfiança é construído pouco a pouco, convertendo a dor em prazer, e amando o processo de agir contra suas emoções, se colocando em situações desconfortáveis só para provar a si mesmo que é capaz de suportar a dor.

E assim, percebemos que aquele “tsunami” que nossa imaginação criara, não passava de marolas.

Zona de Conforto

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Seja extremamente inconformado com o que não está indo bem na sua vida. Existem 3 tipos de pessoas:

#Pessimista

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Todo dia tem dor em algum lugar, tem divida pra pagar, sabe de todas as tragédias. Com esse, a vida só anda em marcha ré. Esteja bem longe desses!

#Otimista Iludido

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

A vida está um caos, sua filha está doente, seu marido/noiva é infiel, seus filhos não o respeitam, suas finanças estão de mal a pior, sua vida está literalmente uma bagunça, e você pergunta a essa pessoa como está?

E ela responde: Ótimo, de vento em popa.

Por favor, não queira mostrar aquilo que não é, e que não está vivendo, não minta para si mesmo.

#Otimista Realista

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

É a pessoa que talvez esteja com todos os problemas desses dois casos anteriores, no entanto quando é perguntada como está, ela responde da seguinte forma:

– Hoje estou passando por algumas barreiras, porém tudo isso servirá de experiência para lidar com o sucesso que está por vir.

http://www.melhorversãodesimesmo.com/rei-das-atitudes/

Tome atitude em direção aos seus objetivos, sempre com a fé e convicção que já deu certo.

Mesmo quando não houver apoio nem dos seus pais, mesmo quando derem risada e te chamarem de Louco, esteja em paz consigo mesmo e perceba que a Fé move montanhas.

Deus não moverá uma palha para aquilo que sua capacidade pode resolver, mas Deus move o céu inteiro naquilo que o ser humano é incapaz de fazer.

Tome Atitudes, aja como um Leão!

Como As Doenças Atingem Seu Bolso, Seu Organismo, Sua Vida, Sua Família.

renegociar-dividas
Razões em primeiro. Respostas em segundo.

Todos os dias, passamos por uma mesma situação em que na maioria das vezes, nada fazemos. Dispersão, falta de atenção, ansiedade, ignorância, educação? Bom, isso influi muito, mas está além disso. Vamos ver com a vida.

Culpa ou Responsabilidade?

Culpa ou ResponsabilidadePreste muita atenção, pois será uma lição para a vida!

Imagine-se na situação diária, andando pela rua ao ar livre, ao redor de sua casa, seu trabalho, seu bairro. Ao passar perto de algum objeto, recipiente ou local que possa reter e até acumular aguá limpa da chuva, você poderá nem notá-lo ali, talvez por uma distração, problemas financeiros, falta de atenção ou simples pressa. Sendo assim, logo, NÃO terá Culpa nem mesmo Responsabilidade por deixá-lo ali.

Contudo, ao notá-lo no chão, ou no local em que estiver, na granSem títulode maioria das vezes, instintivamente passará a murmurar e reclamar, culpando quem quer que tenha deixado aquilo ali, podendo ter sido seu filho, uma criança qualquer, seu marido, sua esposa, seu parente, um desconhecido, um colega, uma autoridade, etc. Nesse momento, passaremos a ter Responsabilidade sobre aquilo, pois continuará ali, mesmo se não abaixarmos para pegá-lo, virá-lo, limpá-lo, joga-lo  no lixo ou chamar alguém para fazê-lo. Não teremos a Culpa, mas teremos a Responsabilidade.

Agora vamos aos fatos, pois, contra eles não há argumentos.

FINANÇAS  x DOENÇA

Débito ou Dívida

dívidas.png2É o que se deve, geralmente se refere ao ativo, mas o termo pode cobrir outras obrigações. Em se tratando de ativos, dívida é a maneira de se usar um futuro poder de aquisição no presente antes de que uma soma tenha sido ganha. Ou seja, quando forma uma conta a ordem em qualquer banco, de acordo com o dinheiro que deposita poderá realizar levantamentos a débito, no saldo que tem de acordo com o dinheiro que deposita na conta. Outro ponto, poderá se o levantamento a crédito, de acordo com o montante de crédito – limite de crédito (plafond) após ter analisado o seu perfil, rendimentos, ativos e passivos.

Uma outra forma de dívida, muito mais abrangente é a que temos com nosso interior e exterior. O que você tem feito para não cometer os mesmos erros? Não ser só mais um? Tem aproveitado suas crises transformando-as em oportunidades? Tem ajudado o próximo, mesmo que ele não esteja tão próximo de você no exato momento em que leva a ajuda?

A dívida pode virar psicologicamente uma doença e por consequência levar a morte. Tendo na história um número pequeno de óbitos comparados a uma doença que expõe hematomas já no início.

Dengue

Sobre a Dengue

A palavra dengue tem origem espanhola e quer dizer “melindre”, “manha”. O nome faz referência ao estado de moleza e prostração em que fica a pessoa contaminada pelo arbovírus (abreviatura do inglês de arthropod-bornvirus, vírus oriundo dos artrópodos).
História da Dengue
O mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, foi introduzido na América do Sul através de barcos (navios negreiros) provenientes da África, no período período colonial, junto com os escravos. Houve casos em que os barcos ficaram com a tripulação tão reduzida que passaram a vagar pelos mares, constituindo os “navios-fantasmas”.
O que é Dengue?
O dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus (existem quatro tipos diferentes de vírus do dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4), que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.

O dengue clássico se inicia de maneira súbita e podem ocorrer febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores nas costas. Às vezes aparecem manchas vermelhas no corpo. A febre dura cerca de cinco dias com melhora progressiva dos sintomas em 10 dias. Em alguns poucos pacientes podem ocorrer hemorragias discretas na boca, na urina ou no nariz. Raramente há complicações.
O que é Dengue Hemorrágico?
Dengue hemorrágico é uma forma grave de dengue. No início os sintomas são iguais ao dengue clássico, mas após o 5º dia da doença alguns pacientes começam a apresentar sangramento e choque. Os sangramentos ocorrem em vários órgãos. Este tipo de dengue pode levar a pessoa à morte. Dengue hemorrágico necessita sempre de avaliação médica de modo que uma unidade de saúde deve sempre ser procurada pelo paciente.
O que é Dengue Tipo 4?
O avanço do vírus tipo 4 da dengue pelo Brasil é uma ameaça à saúde pública. Não pelo vírus em si, que não é mais nem menos perigoso que os tipos 1, 2 e 3, mas pela entrada em ação de mais uma variação do micro-organismo.

Existem quatro tipos do vírus da dengue: O DEN-1, o DEN-2, o DEN-3 e o DEN-4. “Causam os mesmos sintomas. A diferença é que, cada vez que você pega um tipo do vírus, não pode mais ser infectado por ele. Ou seja, na vida, a pessoa só pode ter dengue quatro vezes”, explica o consultor de dengue da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ivo Castelo Branco.

A possibilidade da reincidência da doença é preocupante. Caso ocorra um segundo episódio da dengue, os sintomas se manifestam com mais severidade.
Esta reação exagerada do sistema imunológico é um problema. Pode causar inflamações e, por isso, aumenta o risco de lesões nos vasos sanguíneos, o que levaria à dengue hemorrágica. Um terceiro episódio poderia ser ainda mais grave, e um quarto seria mais perigoso que o terceiro.

CAUSAS

Débito ou Dívida

Atentos a tudo e a todos, tiramos o foco de nós mesmos e principalmente de nosso bolso, dando a devida atenção a ele em uma eventual necessidade. O interessante é que temos necessidades todo santo dia, semana, mês, ano, mas aqui no Brasil a coisa é diferente.

Fomos educados por nossos antepassados, por algum motivo não racional, a deixar tudo para a última hora e as vezes até empurrar um pouco mais. É nessa hora que chegamos perto demais de nos adoecermos financeiramente.

Dengue

A causa se dá devido a infecção pelo vírus, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, uma espécie hematófaga originária da África que chegou ao continente americano na época da colonização.
Mosquito da Dengue
A dengue pode ser transmitida por duas espécies de mosquitos (Aëdes aegypti e Aëdes albopictus), que picam durante o dia e a noite, ao contrário do mosquito comum, que pica durante a noite. Os transmissores de dengue, principalmente o Aëdes aegypti, proliferam-se dentro ou nas proximidades de habitações (casas, apartamentos, hotéis), em recipientes onde se acumula água limpa (vasos de plantas, pneus velhos, cisternas etc.).

O Mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas.

Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem também durante a noite.

IMPORTANTE: O indivíduo não percebe a picada, pois no momento não dói e nem coça.

TRANSMISSÃO

Débito ou Dívida
Uma dívida só se transmite quando relacionada a um bem, por exemplo um carro que não se consegue pagar e se passa a dívida restante a um próximo comprador.

Porém uma dívida, pode se proliferar. Precisando pagar uma “pequena” dívida, muitas vezes a pessoa ainda com o nome “limpo”, cede a um empréstimo bancário. Dai, se vê com renda novamente e então, deixa ser sucumbido e adquire mais uma dívida de novo e logo após corre atrás de outro empréstimo, sendo agora dois a serem pagos. Em pouco tempo, consegue um novo empréstimo e novamente se acomoda, pois tem o dinheiro em mãos, mas não percebe ou calcula o quanto terá que pagar pelos juros abusivos.

Veja o que uma pessoa sem educação financeira chega a cometer. A irresponsabilidade não assumida, o leva a transferir sua culpa a “pequena” dívida inicial, que o levou a fazer outras três. Tente calcular o quanto essa pessoa terá que pagar agora.

Dengue

A fêmea pica a pessoa infectada, mantém o vírus na saliva e o retransmite.
A transmissão ocorre pelo ciclo homem-Aedes aegypti-homem. Após a ingestão de sangue infectado pelo inseto fêmea, transcorre na fêmea um período de incubação. Após esse período, o mosquito torna-se apto a transmitir o vírus e assim permanece durante toda a vida. Não há transmissão pelo contato de um doente ou suas secreções com uma pessoa sadia, nem fontes de água ou alimento. O mosquito Aedes aegypti também pode transmitir a febre amarela.
Período de incubação
Varia de 3 a 15 dias, mas tem como média de cinco a seis dias.
O Ciclo do Mosquito
O ciclo do Aedes aegypti é composto por quatro fases: ovo, larva, pupa e adulto. As larvas se desenvolvem em água parada, limpa ou suja. Na fase do acasalamento, em que as fêmeas precisam de sangue para garantir o desenvolvimento dos ovos, ocorre a transmissão da doença.

O seu controle é difícil, por ser muito versátil na escolha dos criadouros onde deposita seus ovos, que são extremamente resistentes, podendo sobreviver vários meses até que a chegada de água propicia a incubação. Uma vez imersos, os ovos desenvolvem-se rapidamente em larvas, que dão origem às pupas, das quais surge o adulto.
O único modo possível de evitar a transmissão da dengue é a eliminação do mosquito transmissor.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença.

SINTOMAS

Débito ou Dívida

Se está em um momento difícil, saiba que pode piorar mais ainda, só depende de você. É por isso que nosso parceiro de equipe, Rogério S. de Souza, menciona em um de nossos vídeos no Youtube, “a vida é um Contrato de Risco”! Você pode estar doente financeiramente, fique atento aos sintomas:

1º – Pagar o mínimo do cartão de crédito.
Um pequeno alívio, mas que compromete e muito nosso mês futuro.

2º – Ter dificuldades para honrar compromissos financeiro básicos (água, luz, telefone).
Adiar uma dívida que não se tem tantos juros como de um banco, pode ser um alívio também, mas no mês seguinte continuará.

3º – Não receber boa parte da receita, devido a uma série de empréstimos consignados, pessoais, etc.
Devido aos 2 sintomas anteriores, sobra pouco de nossa receita mensal, isso quando sobra.

4º – Ter dificuldades de pagar prestações anteriormente assumidas.
Aqui sem dúvidas os 3 sintomas anteriores já estragaram tudo.

5º – Não querer abrir se quer suas correspondências bancarias ou atender seu gerente ao telefone.
Esse sim, o pior dos sintomas, onde fica claro que a causa nº 1 da ruína financeira das famílias: ausência de renda e presença de dívidas, estará comprometendo seu bolso, seu organismo, sua vida, sua família.

Dengue
O tempo médio do ciclo é de 5 a 6 dias, e o intervalo entre a picada e a manifestação da doença chama-se período de incubação. É só depois desse período que os sintomas aparecem. Geralmente os sintomas se manifestam a partir do 3° dia depois da picada do mosquitos.
A ordem dos sintomas apontadas abaixo não devem ser consideradas, pois podem haver todos os sintomas, ou só alguns e ainda em ordem aleatória.

Dengue Clássica
1º – Febre alta com início súbito.
Iniciando de um dia para o outro a febre vem forte e pode nos confundir, achando que será um resfriado.

2º – Forte dor de cabeça.
Problemas no trabalho, podem nos confundir aqui também, fique atento.

3º – Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos.
Aqui o cansaço do dia pode nos confundir também, principalmente se usamos óculos. E se você não sabe onde fica essa parte dos olhos, saberá agora.

4º – Perda do paladar e apetite.
Sem atividades físicas ou mentais, nosso corpo parece não precisar de muito e pioramos se não nos alimentarmos, mesmo que seja forçado.

5º – Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
Essas pra mim foram a tortura, pois aparecem do nada e o pior, podem aparecer após comer algo duvidoso e nos confundir de novo e nos tirando o sono.

6º – Náuseas e vômitos.
Esses não me atingiram, mas soube aqui que nem todos os sintomas aparecem em todas as pessoas.

7º – Tonturas.
Com a dor atrás dos olhos elas aparecem sem dúvida.

8º – Extremo cansaço.
A dengue judia de mais e por conta do excesso de cansaço poderá estar sozinho em casa e sem paciência e nem forças para pedir ajuda. Avise seu conjugue, amigos ou parentes o quanto antes.

9º – Moleza e dor no corpo.
Nesse se faz a referencia ao mosquito, tratando-se de uma moleza impar.

10º – Muitas dores nos ossos e articulações.
Aqui poderá haver uma confusão, pois pegamos peso o dia todo e chegamos em casa com dores semelhantes, mas não tão intensas.

Dengue hemorrágica
Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:
(Aqui deixo os comentários para quem passou por essa, pois graças a Deus fiquei na clássica)
1º – Dores abdominais fortes e contínuas.
2º – Vômitos persistentes.
3º – Pele pálida, fria e úmida.
4º – Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
5º – Manchas vermelhas na pele.
6º – Sonolência, agitação e confusão mental.
7º – Sede excessiva e boca seca.
8º – Pulso rápido e fraco.
9º – Dificuldade respiratória.
10º – Perda de consciência.

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.
É importante procurar orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas, pois as manifestações iniciais podem ser confundidas com outras doenças, como febre amarela, malária ou leptospirose e não servem para indicar o grau de gravidade da doença.

PREVENÇÃO

Débito ou Dívida

1º – Reservas Financeiras
As reservas servirão justamente para esses imprevistos. Momentos em que não tivemos a Culpa, mas mesmo assim passaremos a ter Responsabilidade. Mas você pode se perguntar ainda: Responsabilidade sobre o que? Eu respondo: Sobre os outros, principalmente seus entes queridos. Pessoas que pagarão pelo que não fizeram e na maior parte das vezes nem tiveram a chance de, poder, opinar, sugerir, agir. Talvez pela ignorância da falta de conhecimentos sobre o assunto, talvez pela a autoridade de alguém que mantém seu ego acima das responsabilidades como cidadão.

2º – Segurança Financeira
Aqui sua Responsabilidade aumenta ainda mais, pois seus agregados poderão pagar por dívidas que não pediram para assumir caso haja algo mais sério com você. E o que é isso? Segurança Financeira, é ter suas necessidades financeiras satisfeitas, não importando o que aconteça com sua fonte principal de renda. E também, deixar para aqueles que de você dependem, algo além de saudades e dívidas, caso algo lhe aconteça.

3º – Renda Residual
No momento em que sua presença no seu trabalho esteja comprometida, uma segunda fonte de renda deverá ser usada para pagar suas dívidas, que se recusaram a parar de chegar. Tendo uma Renda Residual, não necessitará estar no local de trabalho para receber pelo trabalho que fez uma única vez.

4º – Assistências que cubram custos de imprevistos
Em uma viagem, poderão ocorrer inúmeros imprevistos. Assistências como Médica, Odontológica, Farmacêutica, Translado até o lar, Acompanhante ate o local, Carro reserva, Nutricionista, Psicólogo, entre outros, podarem sanar todos os custos que não pedimos para assumir e nem temos dinheiro no momento em que são cometidos.

Dengue

A prevenção é a única arma contra a doença. A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.


TRATAMENTOS E INFORMAÇÕES

Débito ou Dívida

A fórmula para esse tratamento é única. Não requer necessidade de um médico e nem receita médica (a menos que ele seja também um analista financeiro), Não está nos melhores Postos de Saúde e nem em drogarias ou farmácias. É simples, eficaz e eficiente. A fórmula é:
Necessidades e Vontades – Renda = Lucro

Ou seja, reduzir seus gastos para serem pagos por sua renda atual, não por renda inexistente. Não comprometa seus meses futuros, pois nessa situação, fica claro que você ainda não construiu seu amanhã. Abaixo, dicas para se iniciar sua reabilitação financeira:

1º – Não comprar ou adquirir bens de forma impulsiva.
Devemos antes nos questionar: eu realmente preciso disso, pois “quem compra o que não precisa, um dia terá que vender o que precisa”.

2º – Pague primeiro suas dívidas bancárias.
O juros que o banco nos cobra em uma dívida é extremamente maior do que o juros que nos paga. Agora pense e responda a si mesmo: seu salário ou renda cresce na mesma proporção?

3º – Invista pelo menos 20% de sua renda.
As dívidas aparecerão inevitavelmente e com certeza daremos um jeito para saná-las, porque então não damos um jeito de criar essa “dívida” com nós mesmos, pagando primeiro a nós.

4º – Corte ou reduza ao máximo, gastos supérfluos.
Cafezinhos, doces, salgados comprados durante o dia

5º – Junte quantias pequenas em casa.
Em um pequeno cofre em casa, junte todos os dias os trocados que sobraram de compras durante o dia, valores a baixo de R$5,00, assim poderá visualizar o dinheiro que ia ralo a baixo.

6º – Nunca pague o mínimo de seu cartão de crédito
A menos que seja a última alternativa, evite ao máximo pagar o valor mínimo de sua fatura do cartão de crédito, caso contrário os juros compostos aumentarão e muito o valor da dívida atual.

7º – Use seu cartão de crédito para centralizar as dívidas
Se existe uma forma de se pagar tudo o que se deve em um mês que se passa apertado, essa forma é utilizando seu cartão para centralizar essas dívidas, porém, programe-se para o próximo mês.

Dengue
Não existe tratamento específico para dengue, apenas tratamentos que aliviam os sintomas.
Deve-se ingerir muito líquido como água, sucos, chás, soros caseiros, etc. Os sintomas podem ser tratados com dipirona ou paracetamol. Não devem ser usados medicamentos à base de ácido acetil salicílico e anti-inflamatórios, como aspirina e AAS, pois podem aumentar o risco de hemorragias.

1º – Aos primeiros sintomas, procurar imediatamente médico.
Tenha Responsabilidade consigo mesmo e não espere piorar para transferir sua Culpa, de não ter ido antes ao médico, a outra pessoa.

2º – Tratar os sintomas até que o ciclo do mosquito se conclua.
São diversos sintomas que aumentam e diminuem de intensidade, logo, reveja eles e perceba se realmente está se chegando ao final do ciclo do mosquito ou o final de um sintoma.

3º – Beber muita água.
Existem muitos que por algum motivo, não gostam de água pura, porém, nessa hora será essencial se manter hidratado. Se não água, chás, isotônicos, leite, sucos naturais, etc.

4º – Repousar.
Quanto maior o repouso, melhor será o tratamento, apesar das dores nos tirar grande parte do relaxamento no repouso.

5º – Usar medicação indicada.
Nesse item se deve acatar responsavelmente o que o médico lhe indicar. Se bem que em um momento de surto de dengue no país, os únicos medicamentos indicados serão: Dipirona Sódica 500 mg e Paracetamol 500 mg.

6º – Proibido tomar qualquer medicamento a base de ácido acetil-salicílico.
O primeiro sintoma será a febre e com isso iremos procurar um medicamento que resolva tal problema. Por costume, algumas farmácias visualizarão um cliente e não um enfermo e com isso, lhe venderão  medicamentos a base de ácido acetil salicílico e anti-inflamatórios, como aspirina e AAS, medicamentos perigosíssimos, pois podem aumentar o risco de hemorragias, caso seja diagnosticado a dengue no paciente.

Percebam, de uma forma Responsável, uma Doença, me levou a refletir sobre qual seria minha Culpa ou o tamanho dela, caso não me manifestasse a pagar um Débito ou Dívida dentro da sociedade em que vivemos. “Se quer um milagre, seja o milagre”. Se quer um mundo melhor, faça inicialmente o mínimo por ele.

Seja Responsável, tenha BRIO no que faz, seja a Melhor Versão de Si Mesmo.

Sucesso a todos!

Fontes:
www.dengue.org.br
www.supere-se.com
nossavidafinanceira.wordpress.com
www.economiacomportamental.com.br
www.facebook.com/rogerio.nakata

E, para finalizar, nós adoraríamos saber a sua opinião sobre esse artigo.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou nesse artigo, ou sobre alguma dica extra que você deseja compartilhar conosco ou até mesmo alguma crítica sobre esse texto.